Prevenir%203%20imagens_edited.png
“Prevenção: uma ação em desenvolvimento”

          

O Programa Prevenir contempla a divulgação de informações do âmbito da prevenção de deficiências e realização de serviços de atendimento à população dos municípios de Jaraguá do Sul, Schroeder e Corupá a partir de diversas metodologias, dentre as quais destacam-se: palestras, conversas, entrega de materiais impressos, publicação de informações em redes sociais, avaliação para identificação de crianças com atraso global do desenvolvimento, atendimento reabilitatório, monitoramento de crianças de risco, produção de materiais sobre o assunto com diversos parceiros, articulação com instancias municipais como hospital/maternidade, entre outros.

 

Dessa forma, as ações abarcam os três níveis de prevenção:

 

  • PREVENÇÃO PRIMÁRIA – intervenção para reduzir a incidência de determinadas condições por meio da identificação, remoção ou redução dos efeitos de fatores de risco que produzem tais condições. Caráter educativo.

  • PREVENÇÃO SECUNDÁRIA – está baseada na constatação de que a condição já se instalou e o objetivo é reduzir sua duração e/ou sua gravidade.

  • PREVENÇÃO TERCIÁRIA – procura-se reduzir as sequelas ou efeitos associados e o estabelecimento de ações. Algumas formas podem ser maximizando o potencial de independência, reduzindo a ocorrência de comportamentos auto lesivos e estereotipados.

 

 

Objetivos Específicos

 

  • Informar e conscientizar cidadãos, profissionais na área da saúde, educação e assistência na prevenção das deficiências;

  • Promover a educação em saúde na gestação, para gestantes e pais, mostrando aos mesmos a importância da participação

  • Identificar e divulgar medidas específicas que possam evitar deficiências;

  • Divulgar o trabalho executado na APAE, principalmente o de Estimulação Precoce;

  • Formar parcerias em rede e multiplicadores do programa de prevenção de deficiências;

  • Ampliar o programa de prevenção de deficiências, através das três secretarias: Saúde, Assistência Social e Educação;

  • Atuar preventivamente, através de metodologias reabilitatórias adequadas junto às crianças com atraso no desenvolvimento neuropsicomotor.

 

Estratégias norteadoras:

  • Estabelecimento de parcerias com as secretarias municipais de Saúde, Educação e Ação Social;

  • Articulação de parcerias com hospitais/maternidades para capacitação, troca de informações e encaminhamentos devidos;

  • Parceria com as redes de comunicação de massa;

  • Pesquisa e elaboração de textos informativos (cartilha e folders) e matérias para jornais de circulação regional;

  • Visitas aos consultórios médicos e demais profissionais da saúde para entrega de folders para as salas de recepção;

  • Realização de palestras e ações comunitárias;

  • Realização/promoção de vídeos informativos;

  • Monitoramento/atendimento de crianças com atraso no desenvolvimento e/ou com fatores de risco;

  • Capacitações de profissionais das áreas da saúde, educação e assistência social;

  • Participação em Conselhos Municipais.